Presidenta nacional do PT Gleisi Hoffman lança Comitê em defesa de Lula na Bahia

Partidos políticos e movimentos sociais lançaram nesta quarta (10) em Salvador no Teatro Jorge Amado, o Comitê Popular em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato.

O ato teve a presença da presidenta nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffman, e de dirigentes e militantes do PC do B, PSB, PSOL e PCO. Centenas de militantes de diversos movimentos e organizações, dentre eles o movimento estudantil, as centrais sindicais, movimentos de luta pela terra, de moradia, movimento negro, de mulheres, LGBT e outros, ecoavam pelo Teatro palavras de ordem contra a perseguição de uma das maiores lideranças da esquerda no mundo.

Numa fala contundente e emocionante, a dirigente estadual do MST Lucineia Durães levantou o público ao afirmar que os movimentos sociais no Brasil sabem de que lado estão e não permitirão que Lula e o projeto que ele representa seja ameaçado por mais uma ofensiva conservadora no país.

No mesmo tom, o presidente estadual da CUT, Cedro Costa, afirmou que uma das principais agendas do conjunto dos movimentos, sindicatos e da sociedade é estar nas ruas em defesa do projeto que transformou o Brasil e a Bahia na última década.

O presidente do do PT da Bahia, Everaldo Anunciação, afirmou que esta luta é de todos, “por isso é hora de nos reunificarmos.” O presidente reiterou a inocência de Lula e enfatizou “que quem desrespeita a lei é o judiciário que acusa sem provas.”

Sem dúvida, as presenças da senadora Lídice, do governador do estado Rui Costa, da presidenta nacional do PT, e junto com eles dezenas de parlamentares, prefeitos e prefeitas tornaram a atividade do lançamento do Comitê na Bahia ainda mais forte.

A presidenta Gleisi Hoffmann criticou a instrumentalização do judiciário “que condena Lula sem ter provas, além de ter participado do golpe contra a presidenta eleita Dilma Rousseff.”

Ela enfatizou que Lula não está nem acima nem abaixo da lei e lembrou que vários juristas reconhecidos internacionalmente já afirmaram que não há base legal para a condenação de Lula, “por isso é necessário fazermos a disputa política porque este golpe é contra o povo brasileiro.”

O governador da Bahia Rui Costa afirmou “que o único crime de Lula foi construir casa própria para milhares de pessoas, oportunizar o ingresso de pobre na universidade e garantir outras conquistas para a população.”

Rui afirmou ainda que parcela da sociedade brasileira continua alimentando a herança escravocrata , “pois não aceitam que a empregada doméstica tenha Carteira de Trabalho assinada e folga aos domingos e feriados.” Na opinião do governador “isto já está muito claro para o povo brasileiro.”

A senadora Lídice da Mata reafirmou seu compromisso histórico com a esquerda e a luta da classe trabalhadora e acusou a operação política que resultou num novo golpe de Estado no Brasil tem como principal objetivo impedir o ciclo de inclusão social iniciado com o Governo Lula e retomar o processo de entrega das riquezas comum nos governos do PSDB.

Diretório Estadual do PT

Antes do lançamento do comitê, à tarde o Diretório Estadual do PT/Bahia se reuniu e definiu a criação de Comitês Municipais e o fortalecimento ca campanha em defesa da democracia e de Lula pelo interior do estado. A reunião teve a participação da presidenta Gleisi Hoffmann e do ex-ministro nos governos Lula e Dilma Alexandre Padilha.

ASCOM PT BAHIA

Fotos: Agnaldo Almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *